Gestación subrogada con ovodonación

bebe-y-mano

Famílias de todo o mundo já recorreram à gestação de substituição para tornarem realidade o seu sonho de ter um bebé. A gestação de substituição, mais conhecida como barriga de aluguer, é uma técnica de reprodução assistida consolidada que ajudou figuras públicas como Elton John, Ricky Martin, Cristiano Ronaldo, Sarah Jessica-Parker, Kim Kardashian, Lucy Liu e muitas outras famílias que neste momento já estão em casa com os seus filhos em Espanha, Itália, Brasil, EUA, Reino Unido, França, Alemanha, etc. Todas estas famílias foram assessoradas e acompanhadas desde o início até ao regresso a casa com o seu bebé nos braços.

COMO É O PROCESSO?

Seguindo indicações médicas e dependendo do caso de cada casal, a gestação de substituição pode ser: inseminação artificial com sémen do futuro pai, fertilização in vitro com óvulos da gestante, processo de ovonidação com óvulos de dadora ou doação dupla, com óvulo e sémen de dadores. Independentemente da técnica de reprodução assistida utilizada, para que possa ser realizado um processo de gestação de substituição é fundamental ter a figura da gestante e um pai, uma mãe ou um casal de pais intencionais, do mesmo sexo ou de sexo diferente.

A Fertysurrogacy é especialista em gestação de substituição com ovonidação, graças à sua colaboração com um dos maiores bancos de gâmetas a nível internacional. A seguir explicamos o processo passo a passo:

 

1. CONTRATAÇÃO DO PROGRAMA

Através da Fertysurrogacy, colocamos-vos em contacto com o assessor legal para assinar o contrato do programa de gestação de substituição e iniciar o processo.

2.EXAME CLÍNICO GERAL

Fase analítica na qual se investiga o estado de saúde dos pais, o material genético da amostra de esperma e outros aspetos.

3. SELEÇÃO DA DADORA

Para selecionar a dadora de óvulos para realizar o tratamento de reprodução assistida, será necessário efetuar registo em www.ovobankid.com e aceder ao catálogo vasto de dadoras.

4. SELEÇÃO DA GESTANTE

É um processo muito rigoroso no qual se analisa a candidata a mãe gestante. Deve ter um bom estado de saúde física e mental, e, no mínimo, uma criança nascida naturalmente, entre outros aspetos. A função da mãe de substituição neste tratamento é gerar e dar à luz um bebé.

5. FIV E TRANSFERÊNCIA

Para realizar a Fertilização in Vitro (FIV) a dadora de óvulos deve passar por um processo de estimulação ovárica programada para conseguir uma quantidade de óvulos ótima. Após obtidos os óvulos maduros depois da punção ovárica programa-se a transferência embrionária. Para isso, a gestante deve passar por uma preparação endométrica para receber o embrião.

6. GRAVIDEZ

Cerca de dez dias depois da transferência embrionária, a gestante deverá ir a uma consulta para a confirmação da beta HCG, hormona que indica a gravidez. Duas semanas depois, o especialista terá de realizar a primeira ecografia para voltar a confirmar a gravidez.

7. ACOMPANHAMENTO DA GRAVIDEZ

A Fertysurrogacy oferece uma panóplia de facilidades para poderem acompanhar a gravidez em tempo real. Fotografias, vídeos, videochamadas diárias com os especialistas e a gestante para estarem sempre a par do processo. Além disso, poderão visitar a mãe gestante e hospedar-se nas nossas instalações quando o desejarem, com todos os serviços e comodidades.

8. NASCIMENTO

O nascimento do bebé é a parte final do processo e a mais importante. A nossa equipa médica e legal estará ao vosso lado desde o primeiro dia do bebé para prestar assessoria em tudo o que precisarem para o vosso regresso a casa.

Querem concretizar o vosso sonho de constituir família? Escrevam-nos e forneceremos todas as informações necessárias.